Em depoimento, o estudante confessou os planos e sua participação em grupos com ideais nazifascistas e antidemocráticos

Um jovem de 20 anos que planejava cometer massacres em escolas e eventos em Brasília foi preso por policiais civis da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos nesta terça-feira, 29, na Asa Sul. A informação é da coluna Na Mira, no portal Metrópoles. 

Em depoimento, ele confessou os planos e sua participação em grupos com ideais nazifascistas e antidemocráticos. Na casa do estudante, a polícia encontrou materiais relacionados à pornografia infantil em seu celular. Também apreendeu taco de beisebol, arma de fogo, faca, quatro telefones e máscara do personagem Jason, da série Sexta-Feira 13.

A ação dos policiais faz parte da segunda fase da Operação Shield, que tem como objetivo reprimir ações graves de violência. A operação contou com apoio do Instituto de Criminalística da Polícia Civil do DF e do Homeland Security Investigations, dos Estados Unidos.

“Trata-se, portanto, de excelente exemplo em que a cooperação policial internacional, bem articulada entre os países envolvidos, entre o Laboratório de Inteligência Cibernética e a PCDF, neutralizando uma tragédia, cujas consequências nefastas [seriam] incalculáveis, com prováveis dezenas de vítimas de ataque em Brasília/DF”, informou a polícia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.