Prefeito de Aparecida garante candidatura mesmo sem apoio do PL e diz que mantém alinhamento com Bolsonaro

Com as negociações para filiação e pré-candidatura ao Governo de Goiás suplantadas com o PL, que preferiu apostar no deputado federal Major Vitor Hugo, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha disse nesta segunda-feira (28/03) que conversa com outras duas legendas ‘com bom tempo de televisão’ para viabilizar a candidatura. Também ressaltou não ter frustrações nem com a sigla, tampouco com o presidente Jair Bolsonaro (PL). Ao contrário, trabalhará para fornecer palanque duplo a Bolsonaro. 

 Telegram Facebook TwitterMendanha garante apoio a Bolsonaro, independente do partido

Com as negociações para filiação e pré-candidatura ao Governo de Goiás suplantadas com o PL, que preferiu apostar no deputado federal Major Vitor Hugo, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha disse nesta segunda-feira (28/03) que conversa com outras duas legendas ‘com bom tempo de televisão’ para viabilizar a candidatura. Também ressaltou não ter frustrações nem com a sigla, tampouco com o presidente Jair Bolsonaro (PL). Ao contrário, trabalhará para fornecer palanque duplo a Bolsonaro. 

“Eu só posso dizer que sou pré-candidato a governador do Estado de Goiás. Daqui a pouco vou anunciar o partido e depois vamos começar a construir as alianças e claro vamos conversar com vários partidos. A ideia é construir uma frente ampla de oposição aqui no estado”, destacou no fim desta segunda-feira (28) na cerimônia de assinatura que celebrou a administração do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia a Sociedade Israelita Albert Einstein.

Preterido, Mendanha pontuou que vê com tranquilidade a decisão de Bolsonaro em sacramentar o apoio ao deputado federal. Não há frustrações à mesa. “Eu acho que o Major Vitor Hugo é um quadro ligado ao presidente da República, isso era natural. Eu encaro com naturalidade. Desejo sucesso e sorte a ele e claro, vamos trabalhar para construir a nossa frente de oposição”, ponderou. Antes, diretorio goiano do PL havia cravado “apoio incondicional” a candidatura do prefeito de Aparecida.

O prefeito de Aparecida também destacou que no momento ainda não descarta o apoio ou caminhar ao lado do ex-governador Marconi Perillo. Certo mesmo é que não fará alianças com o atual gestor Ronaldo CAiado (União Brasil). “Nesse momento estou conversando com outros partidos. O ex-governador Marconi coloca seu nome como pré-candidato ao Governo do Estado e até pela história dele ele tem essa prerrogativa e claro num segundo momento quem sabe a gente possa conversar. Ele sendo candidato a governador uma coisa eu posso dizer: eu não apoio o Caiado em hipótese nenhuma e vou trabalhar obviamente para estar no segundo turno.”

Questionado quais partidos conversa, Mendanha não quis dizer mas pontuou que ambos tem tempo de televisão ‘razoável’. “Não, eu estou conversando ainda. Tenho dois partidos que tem um tempo de televisão razoável.” Se continua alinhado ao presidente Jair Bolsonaro? “Continuo com esse alinhamento. Estarei trabalhando para ter outros partidos que fazem parte da base dele. Obviamente o Major Vitor Hugo se torna o candidato do presidente Bolsonaro, mas eu posso também construir esse palanque.”, pontuou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.