SARGENTO DE COLÉGIO MILITAR DE ANÁPOLIS FALECEU AOS 49 ANOS E GEROU COMOÇÃO DE AMIGOS E ALUNOS

1 mês ago
335

Faleceu na manhã desta segunda-feira (08) o 2° Sgto Adenir Pereira, 49 anos, ele trabalhava no Colégio Estadual da Polícia Militar Dr. César Toledo, em Anápolis.

Adenir estava prestes a completar os 50 anos, pegou alguns dias de atestado por suspeita de covid-19, ele sentia dores no peito e falta de ar, chegou a fazer o teste de COVID que deu negativo.

Mesmo assim os sintomas permaneceram, e ele acabou sendo acometido por um infarto.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas Adenir acabou não resistindo e foi a óbito.

“A Polícia Militar do Estado de Goiás perde o 2 Sgto Adenir Pereira, um valoroso combatente, um policial como poucos” publicou o comandante da escola tenente Coronel Luciano.

São dezenas de mensagens em homenagem publicadas por alunos e amigos.

Foto reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Nossas redes sociais

Outras notícias

Notícias mais recentes
c
coordenadora do programa Cidadão do Futuro

Ex-coordenadora do Programa Cidadão do Futuro morre de covid.

Luto: Luiza Alves era servidora pública, com mais de 25 anos de serviços prestados à sociedade anapolina. Foi sepultada essa manhã, 10, no cemitério Park, a servidora pública Luiza Alves. Ela que já foi coordenadora do programa Cidadão do Futuro,...

2
Cooperativa que administra o hospital de referência Norma Pizarri obriga credenciados a assinarem procuração dubitável

Urgente: Cooperativa que administra o hospital de referência Norma Pizarri, obriga credenciados a assinarem procuração dubitável

3
PRESO NO RESIDÊNCIA COPACABANA O AUTOR DE HOMICÍDIO OCORRIDO NA VILA MARIANA EM ANÁPOLIS

PRESO NO RESIDÊNCIA COPACABANA O AUTOR DE HOMICÍDIO OCORRIDO NA VILA MARIANA EM ANÁPOLIS.

4
Supremo decide que prefeitos e governadores têm autonomia para decidir sobre abertura de igrejas

Supremo decide que prefeitos e governadores têm autonomia para decidir sobre abertura de igrejas