Nesta quarta (27), o deputado estadual Antônio Gomide cobrou cumprimento de recursos orçamentários para a UEG da secretária de estado de Economia, Cristiane Schmidt.

O deputado por Anápolis cobrou o cumprimento de recurso orçamentário de uma emenda de sua autoria que destinaria recursos para regularizar a defasagem salarial dos professores da Universidade Estadual de Goiás (UEG). A emenda do deputado foi vetada pela pasta do governo Caiado sob alegação de que não havia indicação da origem do recurso.

No entanto, Gomide fez questão de salientar que a origem do recurso constava na emenda e é, justamente, parte do valor do superávit das contas públicas apresentado pela secretária durante a audiência pública desta quarta (27).

O parlamentar destacou ainda que o recurso da emenda para regulamentar a defasagem salarial dos professores também poderia ter sido cumprido com a verba que o governador usou para gastar em publicidade de seu próprio governo.

“A origem do recurso é que em, praticamente, dois anos e meio, tivemos a verba da propaganda do Estado pulando de R$ 18 milhões para mais de R$ 110 milhões. Em vez de gastar com propaganda, o governador poderia ter destinado esta verba para a UEG”, cobrou.

A secretária esteve na Assembleia Legislativa de Goiás para apresentar o relatório das contas do Estado referente ao 3ºquadrimestre de 2021 na Comissão de Tributação, Finanças e Orçamento. Confira o que a secretária de Estado de Economia, Cristiane Schmidt, respondeu ao deputado estadual Antônio Gomide!

56 thoughts on “REPRESENTANTE DE ANÁPOLIS, DEPUTADO ANTÔNIO GOMIDE COBRA DESTINAÇÃO DE VERBA PARA A UEG DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE ECONOMIA”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.