PM foi indiciado pela morte de soldado da Ala 2

7 meses ago
725

Violência policial: Além do policial militar indiciado por homicídio, outros dois policiais militares responderam pelo delito de disparo de arma de fogo em via pública.

Dois meses, (04/03) após a morte do soldado da Ala 2, Guilherme Souza, a Polícia Civil indiciou três militares envolvidos no caso. Um dos policiais deve responder por homicídio, enquanto os outros responderam pelo crime de disparo de arma de fogo em via pública. Entenda o caso: Guilherme foi abordado por uma viatura policial na Avenida Universitária e empreendeu fuga, segunda a família por não possuir habilitação, a perseguição se estendeu até a Avenida Brasil, quando o soldado da Ala 2 foi baleado, segundo a investigação da PC. Num primeiro momento circulou uma versão de que Guilherme havia trocado tiros com a polícia, porém o inquérito foi inconclusivo acerca dessa versão. Vale lembrar que os três policiais militares envolvidos no caso, estão presos no batalhão militar em Goiânia, desde março, por prisão temporária, que foi prorrogada, e ao que tudo indica deve ser convertida em prisão preventiva.

Por: Portal de Goiás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Nossas redes sociais

Outras notícias

Notícias mais recentes
L
Lava Jato

Segunda Turma do STF derruba bloqueio de bens de Lula em processos da Lava Jato

Ações que tramitavam no Paraná foram anuladas em março, mas juiz federal havia negado desbloqueio de bens. Relator, Edson Fachin votou por manter bloqueio, mas posição foi vencida. A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta sexta-feira (26),...

2
"Mão - Pé- Boca

10 casos de síndrome “Mão – Pé- Boca foram registrados em Anápolis

3
Bolsonaro sobre nova variante: “Brasil não aguenta mais um lockdown”.

Bolsonaro sobre nova variante: “Brasil não aguenta mais um lockdown”

4
Brasil fechará fronteiras para seis países da África

Brasil fechará fronteiras para seis países da África, diz Casa Civil