Uma mulher de 29 anos foi presa no domingo (10) suspeita de tentar matar o ex-companheiro com dezenas de facadas, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. Larissa Darck Cavalcante de Oliveira tinha medida protetiva contra a vítima, de 35 anos, mas confessou à polícia que chamou o homem para uma confraternização em sua casa.

Uma equipe da Polícia Militar fazia um patrulhamento na região quando foi chamada por vizinhos que ouviram gritos na casa. “A equipe abriu o portão e visualizou a senhora já esfaqueando com uma faca e golpeando a cabeça dele [ex] no chão. Prontamente ela foi rendida e detida”, disse o tenente da PM André Luiz.

O g1 não conseguiu localizar a defesa da suspeita até a última atualização dessa reportagem.

Segundo a polícia, a mulher disse, inicialmente, que o ex tinha invadido sua casa. Porém, depois, confessou que o chamou para uma festa. “Ele dormiu na residência e, de manhã, começaram a brigar e ela acabou golpeando ele”, contou o tenente.

A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Estadual de Aparecida de Goiânia (Heapa). De acordo com o último boletim, divulgado no domingo, o estado de saúde dele é gravíssimo. Ele está na UTI e respirando com ajuda de aparelhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.