• Goiás
  • Notícias
  • ” Muita gente viu um clarão na capela”, diz esposa de pastor que prometeu resucitar

” Muita gente viu um clarão na capela”, diz esposa de pastor que prometeu resucitar

1 mês ago
1004
Foto: Arquivo pessoal

A esposa do pastor que prometeu ressuscitar três dias após a morte em Goiatuba disse que “muita gente viu um clarão na capela” na hora em que Huber Carlos Rodrigues havia pedido para ser feito o sepultamento. Ana Maria Oliveira Rodrigues afirma que não se arrepende de ter atendido aos pedidos do marido. O homem, que morreu na última sexta-feira (22), só foi sepultado na madrugada de terça (26), pois deixou um documento escrito em 2008 em que afirmava que ressuscitaria no 3º dia.

Conforme o relata a mulher, ela não se importa com as piadas feitas. “Deus tem a forma dele de ressuscitar. Ressuscitar, para Deus, pode ser levar um espírito para o céu. Não me importo com as brincadeiras. Eu entendo. Mas muita gente que estava do lado de fora viu um clarão no céu na hora em que o Huber tinha pedido para ser feito o sepultamento”, disse.

Ela afirma que a fé não ficou abalada, pois confia em Deus e está com a consciência tranquila por ter atendido ao pedido do marido. Segundo Ana, o casal teve Covid junto. A mulher se recuperou em casa e o homem precisou ser internado e intubado por mais de um mês e não resistiu às complicações da doença.

Na declaração redigida por Huber em 2008, ele afirmava que ressuscitaria no 3º dia após a morte. Para isso, não poderia ser feita autópsia nem qualquer outro procedimento padrão em caso de óbito. O homem pediu, ainda, para que seu corpo não fosse tocado.

Segundo Ana, o corpo realmente estava conservado e não exalava qualquer mau cheiro.

Na hora, você pensa: “Deus, não vai acontecer?” Não foi fácil para mim, fiz tudo com toda a minha alma e minha fé. De fato, eu sou testemunha de que ele não exalava qualquer mau cheiro. A pele dele era íntegra, mesmo sem ter passado pelos procedimentos de conservação do corpo. Isso nunca aconteceria, numa situação normal, com uma pessoa que estivesse morta há tanto tempo, porque o odor seria muito forte. Fui todos os dias à capela vê-lo, estava intacto. Acho que só Deus sabe os motivos de as coisas terem acontecido desse jeito. As pessoas que não são tão espirituais não acreditam, eu entendo a reação”.

Fonte’ Mais Goiás @MaisGoias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Nossas redes sociais

Outras notícias

Notícias mais recentes
A
A ENTEADA DE 1 ANO E 8 MESES

HOMEM MATA A ESPOSA GRÁVIDA, A ENTEADA DE 1 ANO E 8 MESES, ALÉM DO VIZINHO EM CORUMBÁ DE GOIÁS

Um crime Bárbaro chocou a cidade de Corumbá de Goiás nesta segunda-feira (29) um homem Identificado como Wanderson Mota Protacio matou a facadas a esposa que estava grávida, a enteada de apenas 1 ano e 8 meses. Após cometer esse...

2
Lava Jato

Segunda Turma do STF derruba bloqueio de bens de Lula em processos da Lava Jato

3
"Mão - Pé- Boca

10 casos de síndrome “Mão – Pé- Boca foram registrados em Anápolis

4
Bolsonaro sobre nova variante: “Brasil não aguenta mais um lockdown”.

Bolsonaro sobre nova variante: “Brasil não aguenta mais um lockdown”