MÉDICA LUDHMILLA HAJJAR DESAUTORIZA SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ANÁPOLIS

4 semanas ago
2946

PANDEMIA: Em longa entrevista ao jornalista Jairo Mendes a especialista em medicina Ludhmilla Hajjar fala sobre o uso da Cloroquina e da Hidroxicloroquina.

MÉDICA LUDHMILLA HAJJAR DESAUTORIZA SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ANÁPOLIS

“Infelizmente alguns médicos, algumas pessoas, eles se tomaram por ideologia, por alguma crença, por uma discussão política de uma medicação que serviu para desviar o foco do que realmente salvas vidas.” Foi com essa fala emblemática que a médica Ludhmilla Hajjar se posicionou pelo não uso no tratamento da COVID-19 com Cloroquina. Ao ser questionada sobre o anúncio do secretário de saúde de Anápolis, Lucas Leite, do uso do medicamento na rede municipal de saúde, a especialista foi categórica em rechaçar o nome dela ao uso do médicamento.

Ludhmilla Hajjar se posicionou porquê o prefeito Roberto Naves e Siqueira usa sempre o nome da médica para gabaritar o atendimento da saúde no município. “Sobre esse assunto eu sou enfática em não autorizar o uso da Cloroquina e Ivermectina… E eu acho que a população não pode ser submetida a isso.” “Quem lê, quem pesquisa, quem está a frente de Instituições acadêmicas não prescreve Cloroquina e Ivermectina para sua população.”, finalizou a médica.

Foto/Reprodução internet
Ludhmilla Hajjar se posicionou porquê o prefeito Roberto Naves e Siqueira usa sempre o nome da médica para gabaritar o atendimento da saúde no município

Fonte :Rádio Manchester

Texto: Portal de Anápolis

4 thoughts on “MÉDICA LUDHMILLA HAJJAR DESAUTORIZA SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ANÁPOLIS

  1. Não concordo com esta médica. O que dá a parecer é que sua posição é
    visando outros interesses. A senhora está praticamente sozinha nesta posição. Médicos do povo que se preocupa com vidas estão usando medicação que está a anos sendo usada e está salvando vidas. Vocês querem é o povo internado, sofrendo na UTI e entubados, porque isto certamente é rentável. E provavelmente as mortes também. Todo este posicionamento é muito suspeito. Se Roberto Naves está ouvindo somente esta médica, estamos perdidos. Esta médica não fala pelas classe médica de Anápolis e Goiás. Concordo que não devemos nos automedicar, mas também não concordo em internar as pessoas e ficar esperando elas morrerem. Ivermectina não pode tomar porque? Quero acabar com os vermes e aproveito e arrisco vencer a Covid-19. Qual o problema? Se fosse uma medicação totalmente nova sem comprovação científica eu concordaria com ela, mas são medicações já liberada pela Anvisa. E se salva vidas. Porque não usar? O argumento dela não convence.

  2. Se os grandes hospitais estão tratando
    Com cloquina, e
    Se até os cientistas pedem
    Desculpas pelo não uso, vem uma única dona do saber falar besteira, volta pra facul
    E Faça outro curso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Nossas redes sociais

Outras notícias

Notícias mais recentes
C
Conselho Estadual de Educação autoriza ensino básico a manter aulas não presenciais até 19 de dezembro

Conselho Estadual de Educação autoriza ensino básico a manter aulas não presenciais até 19 de dezembro

Resolução diz que considera “o contexto de excepcionalidade impressa no cenário imposto pela pandemia da Covid-19” O Conselho Estadual de Educação de Goiás autorizou nesta segunda-feira, 10, que instituições de ensino de Educação Básica, inclusive a Educação Profissional Técnica de...

2
PADRASTO NÃO MATOU DANILO

URGENTE ! PADRASTO NÃO MATOU DANILO

3
Vereadora cortada de sessão em GO: "Homem se acha mais vereador do que nós

Vereadora cortada de sessão em GO: “Homem se acha mais vereador do que nós”

4
Anápolis tem mais duas mortes por covid-19 e ultrapassa os 5000 casos confirmados

Anápolis tem mais duas mortes por covid-19 e ultrapassa os 5000 casos confirmados