Grazi Mourão compartilhou imagens do momento em seu Instagram, que soma 1,5 milhão de seguidores

A influencer Grazi Mourão, 22 anos, trocou beijos com Givaldo Alves, 48, homem em situação de rua agredido pelo personal trainer Eduardo Alves após ser flagrado tendo relações sexuais com a mulher do profissional de educação física. O caso ocorreu em Planaltina e foi revelado pelo Metrópoles.

Em Stories publicados pelo youtuber Diego Aguiar e compartilhados por Grazi nas redes sociais, a loira aparece em uma balada, no Rio de Janeiro, no último fim de semana, abraçada a Givaldo. Ela toma a iniciativa de dar dois beijos no homem. “Emprestei uma amiguinha pro mendigo”, escreveu Diego.

“Meu novo amiguinho”, disse a influencer, que repostou o vídeo. Ela tem mais de 1,5 milhão de seguidores. Grazi fatura alto vendendo fotos sensuais na plataforma OnlyFans.

Após a festa, Grazi foi às redes sociais afirmar que teve “amnésia alcoólica”. Ela ainda levantou a hipótese de terem colocado algo em seu copo. “Eu estou muito acostumada com bebida, mas esse rolê eu não lembro de nada. Tenho 22 anos, vou a festa desde os 13 e sempre sei o que fiz. Dessa vez, não lembro de nada”, disse.

No entanto, na sequência de Stories, a modelo celebra a quantidade de visualizações do vídeo respostado por ela mostrando os beijos que ela dá em Givaldo.

Sexo com Thomaz Costa

Polêmica, Grazi foi flagrada por policiais no mês passado fazendo sexo dentro de um carro com o ator Thomaz Costa, no Rio de Janeiro. À coluna LeoDias, Grazi revelou ter sido abordada de uma forma muito brusca pelos PMs. “Eles começaram a gritar para gente sair [do carro], apontando arma para nós.”

“Eu e o Thomaz temos OnlyFans e marcamos de gravar conteúdo aqui no Rio de Janeiro. Ele veio para cá, nos encontramos em um bar e ficamos lá bebendo. Nós já estávamos um pouco bêbados e combinamos de ir pro carro. Passamos em frente ao meu prédio e poderíamos ter subido, mas a gente queria aventura. A polícia chegou e começou a bater na porta, e ficamos desesperados procurando nossas roupas. Eles [os policiais] começaram a gritar pra gente sair do carro, apontando arma para nós”, revelou Grazi à coluna.

Givaldo foi espancado pelo personal Eduardo Alves, 31, após ser flagrado com a esposa do profissional de educação física no último dia 9, em via pública. Ele chegou a ficar internado e, dias depois, deu entrevista ao Metrópoles. Disse não se arrepender do fato.

A mulher do personal segue internada em um hospital público de Brasília em tratamento psiquiátrico.

SEJA SÓCIO REI AGORA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.