Um homem de 29 anos foi indiciado por matar e esquartejar a travesti Bianca Machado Rodrigues, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

Segundo a Polícia Civil, ele a matou por ter vergonha de namorar com ela. O corpo de Bianca foi encontrado no último dia 25 de maio, mesma data da prisão do homem. Parte do corpo dela estava escondido dentro do sofá da casa dele, outra parte enterrado em uma mata da cidade.

De acordo com Ana Paula – a delegada responsável pelo caso – o homem foi indiciado por feminicídio e ocultação de cadáver, e o inquérito será enviado ao Poder Judiciário. “Eles namoravam, mas publicamente ele não gostava de ser visto com a vítima. Ela o considerava como namorado, mas ele não. Ele contou que a matou por asfixia”, disse a delegada.

Crime

Antes de ser achada morta, Bianca ficou dias desaparecida. A família chegou a contar que ela havia sumido depois de sair da casa do suspeito no Setor Jardim das Esmeraldas.

Naquele dia, colegas de trabalho a esperavam em um salão de beleza, onde ela trabalhava como cabeleireira. Mas ninguém conseguia nenhum contato com ela.

Na data da prisão do homem, ele confessou o crime à polícia e mostrou os locais onde escondeu o corpo da vítima. Como o nome dele ainda não foi divulgado, nossa redação não conseguiu contato com sua defesa.

O homem segue preso de forma preventiva e a Policia Civil segue apurando os fatos e deve elucidar o crime em poucos dias.

*Portal G1 de Goiás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.