Robson Coutinho e Heitor Monteiro foram à 29ª DP (Madureira). Toda a equipe que estava com o vereador em Quintino no dia do fato será intimada para prestar depoimento.

O vereador Gabriel Monteiro foi acusado por ex-membros de sua equipe de ter forjado um ataque a tiros que ele alegou ter sofrido em Quintino, na Zona Norte do Rio, em 2021. O caso está sendo investigado pela 29ª DP (Madureira).

Eles mudaram suas primeiras versões sobre o caso. Anteriormente, haviam dito que traficantes teriam atirado contra um carro utilizado pelo vereador. Depois dessas novas versões, toda a equipe, que esteve presente nesse dia de gravação, será intimada para prestar depoimento, incluindo o próprio Gabriel Monteiro.

As acusações foram feitas após duas pessoas retificarem depoimentos dados à 29ª DP (Madureira), na Zona Norte do Rio. Robson Coutinho e Heltor Monteiro alegaram, durante novo depoimento, que não houve ataque.

“Não teve nenhum ataque contra o Gabriel Monteiro. Fomos atender a uma garotinha que era pra receber um presente de aniversário e não estava no local, já tinha acontecido em outro local. Como ele viu que era uma área de risco e um lugar próximo de comunidade, o segurança estava saindo… aí ele viu dois elementos que achou que eram bandidos e começou a falar que foi cercado”, relatou Robson.

O ex-assessor disse ainda que Monteiro quis “pressionar” o governador Cláudio Castro a ceder uma escolta para protegê-lo. “Queria pegar escolta com os policiais e os fuzis”, contou.

Segundo eles, foram ouvidos alguns disparos, que só aconteceram quando os policiais militares, que foram chamados pelo parlamentar, chegaram ao local. Antes, não houve tiros.

O veículo usado pelo vereador, na verdade pertence a Robson Coutinho. O carro já chegou ao ponto da gravação com uma perfuração, mas, segundo os ex-assessores, provocada por um acidente, entre o automóvel e uma bicicleta. O guidão furou a lataria do carro.

Naquela ocasião, Gabriel Monteiro chamou a perícia, mas ainda segundo os novos depoimentos, antes dos peritos chegarem, dois tiros foram disparados contra o carro, de propósito, para simular um ataque de traficantes.

SEJA SÓCIO REI AGORA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.