Bombeiros acreditam que animal ficou preso no buraco por pelo menos um dia. Trabalhadores da região pediram ajuda após ouvir o latido do cão e, depois do resgate, o adotaram.

Um cachorro foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, na segunda-feira (11), após cair dentro de uma fossa de 12 metros de profundidade, no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), a 55 km de Goiânia. O socorro foi acionado por trabalhadores de uma empresa próxima ao local, que ouviram o choro e os latidos do animal.

De acordo com o tenente-coronel Altieri Oliveira, do Corpo de Bombeiros, um trator passou pela área e jogou terra em cima da tampa da fossa, a sobrecarregando. Assim, quando o cachorro passou pelo local, a tampa de concreto cedeu e caiu em cima do cachorro.

SEJA SÓCIO REI AGORA!

Devido à quantidade de resíduos, quando o socorro chegou ao local, apenas a cabeça do animal se encontrava visível. No salvamento, foram retirados mais de dois baldes de 20 litros de terra e foi necessário perfurar a tampa da fossa para retirá-la com uma corda.

“Só a cabeça dele estava para fora. Durante o período do socorro, o cachorro latia e, de repente, se desligava de cansaço, enquanto continuávamos trabalhando. Lá estava difícil respirar”, explicou.

Apesar de não ser possível precisar quanto tempo o animal ficou preso no local, a estimativa é que o cachorro tenha ficado sob os escombros por pelo menos um dia, devido ao estado em que o cão estava.

O nome da empresa em que a fossa estava aberta não foi divulgado pela corporação. Por isso, o g1 não conseguiu localizá-la para se posicionar sobre o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.