ANÁPOLIS CONTABILIZA 132 CASOS DE COVID-19 E 18 ÓBITOS NESTA QUINTA

4 dias ago
144

Segundo a secretaria municipal de Saúde, nesta quinta-feira (08/04), foram confirmados 132 casos, sendo 76 do sexo feminino, com idade entre 01 e 90 anos, e 56 do sexo masculino de 04 a 95 anos. Anápolis já soma 936 óbitos; 33.325 casos confirmados e 26.419 curados.

Divulgado 18 óbitos de moradores de Anápolis: – um homem de 39 anos (faleceu dia 1º) – dois homens, 57 e 79 anos (faleceram dia 02); – uma mulher de 81 anos (faleceu dia 03); – um homem de 56 anos (faleceu dia 04); – uma mulher de 69 anos (faleceu dia 06); – dois homens, 57 e 91 anos (faleceram dia 06); – quatro homens, 50, 62, 70 e 86 anos (faleceram dia 07); – duas mulheres, 61 e 85 anos (faleceram dia 07); – três homens, 45, 57 e 76 anos (faleceram dia 08); – uma mulher de 52 anos (faleceu dia 08). Para mais informações sobre a situação da Covid-19 em #Anápolis: covid.anapolis.go.gov.br

Texto: Blenda Maraisa – jornalista. #AnápolisEmPauta – (matéria atualizada às 17h15 – 08/04/2021)

Foto Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Nossas redes sociais

Outras notícias

Notícias mais recentes
c
coordenadora do programa Cidadão do Futuro

Ex-coordenadora do Programa Cidadão do Futuro morre de covid.

Luto: Luiza Alves era servidora pública, com mais de 25 anos de serviços prestados à sociedade anapolina. Foi sepultada essa manhã, 10, no cemitério Park, a servidora pública Luiza Alves. Ela que já foi coordenadora do programa Cidadão do Futuro,...

2
Cooperativa que administra o hospital de referência Norma Pizarri obriga credenciados a assinarem procuração dubitável

Urgente: Cooperativa que administra o hospital de referência Norma Pizarri, obriga credenciados a assinarem procuração dubitável

3
PRESO NO RESIDÊNCIA COPACABANA O AUTOR DE HOMICÍDIO OCORRIDO NA VILA MARIANA EM ANÁPOLIS

PRESO NO RESIDÊNCIA COPACABANA O AUTOR DE HOMICÍDIO OCORRIDO NA VILA MARIANA EM ANÁPOLIS.

4
Supremo decide que prefeitos e governadores têm autonomia para decidir sobre abertura de igrejas

Supremo decide que prefeitos e governadores têm autonomia para decidir sobre abertura de igrejas