Jovem disse que sofria bullying por conta de bronzeado, mas a Polícia Civil não comprovou essa informação. Vítima segue internada.

Uma jovem de 19 anos foi indiciada por tentativa de homicídio após colocar fogo em uma colega de 17 anos dentro de uma escola em Goiânia. A aluna contou que sofria bullying por conta do bronzeado, mas a Polícia Civil disse que isso não ficou comprovado.

O nome da indiciada não foi divulgado. Com isso, o g1 não conseguiu localizar a defesa dela até a última atualização dessa reportagem.

O crime aconteceu no dia 31 de março. Segundo a polícia, a vítima estava na fila da merenda quando a agressora se aproximou, jogou álcool no corpo dela, e colocou fogo.

A adolescente segue internada na UTI do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira. Ela está em estado grave, mas respira espontaneamente.

SEJA SÓCIO REI AGORA!

“Comprovamos que ela [indiciada] agiu de maneira premeditada porque levou o álcool, o isqueiro e duas facas, que foram apreendidas na cintura dela após os fatos. Ela ateou fogo na vítima e saiu andando tranquilamente e aguardou em uma sala de aula, onde um funcionário da escola já a abordou e levou para a sala da direção até a chegada da polícia”, disse a delegada Marcella Orçai.

Durante as investigações, a polícia ouviu pessoas da escola e também do grupo de amigo da vítima e da indiciada. “Ninguém soube informar a situação de bullying entre as duas. A vítimas, segundo testemunhas, sequer conhecia a autora”, completou.

A jovem foi indiciada por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, uso de fogo e por dificultar a defesa da vítima.

One thought on “Aluna é indiciada por tentativa de homicídio após colocar fogo em colega dentro de escola em Goiânia”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.