Adolescente gravou chamada de vídeo com o prefeito de São Simão se masturbando e entregou à polícia

3 meses ago
354

Um adolescente de 15 anos, morador do município de São Simão, gravou videochamadas realizadas pelo prefeito do município, Assis Peixoto (PSDB) em que ele teria mostrado partes íntimas e também realizado atos de masturbação.

Foto Reprodução

As imagens foram entregues junto com o aparelho celular para a Delegacia de Polícia Civil local e também para o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). A afirmação é da mãe do jovem, que não se identificou para preservar a imagem do adolescente. Depois da denúncia formalizada, pelo menos outros cinco jovens também denunciaram abusos. Peixoto foi preso na Operação Paideia nesta quarta-feira (28).

Conforme a mãe do jovem, o primeiro contato aconteceu em 16 de julho, em uma sexta-feira e se repetiu nos dois dias seguintes. O garoto, que é muito tímido, recebeu uma mensagem pelo WhastApp escrito bem-vindo. A pessoa disse que o número era da assessoria da Prefeitura de São Simão e que era utilizado para pesquisa de opinião sobre a gestão e a cidade. “Achei que esse telefone era de ****”, disse em uma mensagem.

O menino respondeu dizendo que tinha o mesmo nome. A partir daí, uma mensagem dizia que o celular seria transferido para o prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Nossas redes sociais

Outras notícias

Notícias mais recentes
A
Aviões da FAB

Cocaína em aviões da FAB: traficantes tramaram morte de testemunhas

Os investigados se encontraram na casa de Marcos Daniel, o Chico Bomba. A mansão é avaliada em R$ 4 milhões Uma mansão localizada no Lago Sul (foto principal), região nobre de Brasília, serviu de palco para uma reunião macabra de...

2
Esposa

Após polêmica, mulher de Zé Vaqueiro promete abrir o jogo sobre sogra

3
BBB21

Juliette recebe 2ª dose da vacina contra Covid-19 e celebra a ciência

4
Ana

” Muita gente viu um clarão na capela”, diz esposa de pastor que prometeu resucitar