As exportações de carne de frango do Brasil bateram recorde em 2023, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (8/1) pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

No ano passado, foram 5,14 milhões de toneladas de carne de frango exportadas pelo país, que é o maior exportador do mundo. O número inclui todos os tipos de produtos, in natura ou processados.

Em termos de receita, houve um crescimento de 0,4% em relação a 2022, atingindo um novo recorde: US$ 9,79 bilhões em um período de 12 meses.

“Apesar dos desafios do ano, incluindo um cenário com variações acentuadas de mercados e de custos de produção, o resultado é altamente positivo e confirma as projeções traçadas pela ABPA para o ano, ao mesmo tempo em que indica a tendência de exportações que deveremos observar ao longo de 2024”, afirma o presidente da ABPA, Ricardo Santin, em nota.

“Os resultados obtidos pelas exportações atestam a confiança do mundo no trabalho de excelência em biosseguridade executado pelas empresas do setor, com o apoio do Ministério da Agricultura, o que permitiu ao país continuar livre de Influenza Aviária”, completou Santin.

Pela primeira vez, o Brasil ultrapassou a marca de 5 milhões de toneladas exportadas em um ano. O desempenho foi puxado pelo bom resultado de dezembro, com 467,2 mil toneladas de carne de frango exportadas (alta anual de 20,9%).

Dezembro registrou o segundo maior volume embarcado em um único mês desde o início da série histórica, atrás apenas de março de 2023 (514,6 mil toneladas).

A receita gerada pelas exportações no último mês do ano passado foi de R$ 818,9 milhões, alta de 4,3% em relação ao mesmo período de 2022.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *