Após promover, através de decreto municipal, o corte das gratificações de todos os servidores municipais efetivos, o prefeito de Anápolis Roberto Naves (Republicanos) comentou sobre a decisão. Após anunciar ajuste nos salários dos agentes de endemias a fim de evitar, segundo ele, pagamento em dobro por conta das gratificações por insalubridade, Naves anuncia que os cortes serão revistos pontualmente.

“A suspensão das produtividades é para analisar caso a caso. Ela está dando para as pessoas corretas? Se for, ok, ela vai continuar recebendo”, explica Naves. “Precisamos passar um pente fino e fazer Justiça com o dinheiro público”.

Naves usa como exemplo os servidores da banda Lira de Prata. “São todos concursados, mas precisa de um maestro que é quem desempenha uma função extra, então é justo conceder gratificação”, aponta.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *