Na tarde desta segunda-feira (05), uma BMW que trafegava pela Vila Jaiara, região Norte de Anápolis, chamou a atenção de uma guarnição de policiais militares.

Por volta das 15h, ao notarem que o carro estava sem a placa frontal, decidiram pará-lo para aplicar a devida multa. No entanto, na abordagem descobriram que o motorista portava maconha, no painel do veículo.

Ele foi autuado e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O carro também foi retido, dada a irregularidade constatada pela ausência da placa.

No entanto, ao checar o modelo do veículo, descobriram que a chamada BMW M3 estava avaliada em mais de R$ 500 mil, além de contar com modificações no motor.

O chamado stage 2 trata de um segundo grau de preparação do veículo, que passa possuir uma maior potência pela adição do turbo e de outros equipamentos no motor.

Portanto, o carro, que já era caro, se tornou ainda mais valioso com a constatação dessa especificidade. Vale ressaltar que a infração de circular sem placa, ou com a placa adulterada, prevê o pagamento de multa no valor de R$ 293, no entanto, uma alteração no Código Penal brasileiro passa a caracterizar a prática como crime, em vigor desde 2023.

Fonte: Diário do Estado

https://chat.whatsapp.com/5xw1jNIOau06ESNmkQ2WUa
Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *