Foto do perfil de maisgoias
maisgoias

O grupo de médicos ortopedistas do Hospital Municipal Alfredo Abrahão, em Anápolis, comunicou na terça-feira (30) à Secretaria Municipal de Saúde do município que irá entrar em greve a partir desta sexta-feira (2). O motivo: a falta de repasse dos valores referentes ao pagamento dos plantões, cirurgias e ambulatório de ortopedia realizados nos últimos 60 dias.

O comunicado foi enviado também à Associação João Paulo II (OS que administra o hospital) e ao Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego). Segundo o grupo de profissionais a continuidade do serviço se tornou inviável pela falta de previsão de pagamento e também ao não cumprimento de promessas feitas.

“Uma situação de descaso com os profissionais que tanto dedicam pela saúde da população de Anápolis, estamos à mercê de promessas que não foram cumpridas. Infelizmente, tornou-se inviável a continuidade do serviço sem qualquer previsão do pagamento do salário de dois meses atrasados”, assinalam.

Em caso de greve, apenas serão mantidos os tratamentos de urgência e emergência. Demais pacientes deverão serem encaminhados para outras unidades de atendimento.

A paralisação deve ocorrer, em tese, 72h após a comunicação ou até o saldo dos atrasados.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *