Um servente de pedreiro, de 23 anos, foi preso após esfaquear um colega de trabalho durante uma discussão por um isqueiro, em Goianésia, na região central de Goiás. Segundo a delegada Ana Carolina Pedrotti, a vítima teria emprestado o isqueiro para uma pessoa e o autor não teria gostado. A prisão ocorreu nesta segunda-feira (15).

Pedrotti explicou que os colegas de trabalho começaram a discutir e que o autor teria pego uma faca que estava em cima da mesa e golpeado três vezes a vítima na escápula e nas costas. Testemunhas separaram a briga e encaminharam a vítima para o pronto socorro, quando o autor aproveitou o momento e fugiu.

De acordo com a Polícia Civil de Goiás (PCGO), testemunhas relataram que, após o ocorrido, o suspeito continuava falando pela região que “terminaria o serviço” contra a vítima. Devido às ameaças, uma equipe do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) representou a prisão preventiva do indivíduo.

O indivíduo foi autuado pelo crime de tentativa de homicídio qualificado por meio cruel. A delegada informou que o servente de pedreiro ainda não foi interrogado, porque ele foi preso durante a noite e a Lei de Abuso de Autoridade não permite que o detento seja interrogado à noite em caso de cumprimento de mandados.

Caso condenado, o homem pode pegar de seis a 20 anos de reclusão. A identidade do suspeito não foi divulgada e, por isso, não foi possível localizar a defesa dele. Dessa forma, também não foi possível atualizar o estado de saúde da vítima.

Por @lorenatxr2/Mais Goiás | Foto: Divulgação/PCGO

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *