Dois homens que estavam internados com suspeita de intoxicação alimentar depois de participarem de churrasco da empresa, na última sexta-feira (12/1), tiveram alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Patrocínio nesta terça-feira (16/1). Pelo menos sete pessoas foram intoxicadas depois da confraternização e uma delas m0rreu.

De acordo com o hospital, os dois pacientes, ainda estão em observação na enfermaria da unidade junto com um terceiro participante do evento. Um outro convidado do churrasco segue internado na UTI com auxílio de ventilação mecânica.

Além deles, outro paciente que também estava internado na Unidade de Terapia Intensiva foi transferido de avião para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Ao todo, cinco pessoas seguem internadas. Veja a situação de cada paciente:

Airton Franco, funcionário da empresa, transferido da UTI para a enfermaria da Santa Casa de Patrocínio;

Breno Soares Naves, funcionário da empresa, segue na UTI da Santa Casa de Patrocínio;

Jaime Luiz, funcionário da empresa, teve alta na noite de domingo (14/1).

João Pedro Machado, funcionário da empresa, em observação na enfermaria;

Olavo Veloso, um dos donos da empresa, transferido em UTI para hospital em BH;

Wagner Veloso, pai de Olavo, transferido da UTI para a enfermaria da Santa Casa de Patrocínio;

Wagner Orlandelli Martin, de 37 anos, morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória, na manhã de sábado (13/1).

📍 Confraternização

O churrasco aconteceu na noite da última sexta-feira (12/1), em uma chácara na região do Bairro Serra Negra. Ao todo, 13 pessoas estavam na chácara, sendo 12 convidados e um churrasqueiro. Depois do evento, sete dos 12 convidados passaram mal.

📸 TV Integração

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *