A trancista Thais Medeiros de Oliveira, de 25 anos, que sofreu uma reação alérgica ao cheirar um pote de pimenta, voltou para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Goiânia. Ela foi internada após ter febre e diarreia, e apresentar um quadro de infecção na tarde do último domingo (14).

De acordo com o padrasto, Sérgio Alves, a jovem já estava hospitalizada há alguns dias, mas ainda não havia sido transferida para a UTI. Sérgio explicou que a mãe da trancista, Adriana Medeiros, ficou muito abalada com a internação da filha.

Nas redes sociais, a mãe de Thaís pede compaixão pela vida da filha. “Eu daria a minha vida em troca da sua, trocaria tudo só para ter você de volta ao nosso lado […] Estou de alma mutilada, coração dilacerado, meus olhos já não tem mais brilho e a minha vida sem sentido, mas continuo pedindo que Deus tenha compaixão e restaure sua vida.”

Internações

Thais foi internada em estado grave no dia 17 de fevereiro de 2023, após ter uma crise alérgica ao cheirar uma “pimenta bode” na casa do namorado, em Anápolis. A jovem foi reanimada no Hospital Evangélico Goiano (HEG) e, em seguida, transferida para a Santa Casa de Anápolis.

Os primeiros exames mostraram um edema cerebral. Thaís chegou a ser intubada e não teve resposta neurológica. Após apresentar uma evolução no tratamento, a jovem recebeu alta da UTI no dia 30 de abril, cerca de 80 dias depois da internação.

A família da trancista montou uma espécie de UTI na casa onde moram para recebê-la. Para conseguir montar toda a estrutura, os familiares realizaram uma vaquinha online. No entanto, a volta da jovem para casa foi adiada devido a uma infecção.

No dia 7 de setembro Thaís recebeu alta, mas voltou a ser internada em dezembro por causa de uma infecção que ela tem nos ossos. No início de janeiro, a mãe da jovem informou que ela apresentou picos de febre e bactéria no intestino.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *